Festival de Cannes começa com reforçadas medidas de segurança

terça, 16 maio 2017 23:07 Escrito por 
Festival de Cannes começa com reforçadas medidas de segurança D.R.

O Festival de Cinema de Cannes começa nesta quarta-feira, com Isabelle Huppert e Clint Eastwood, com o cinema de Michael Haneke e Sofia Coppola, com segurança reforçada e uma polémica com a plataforma digital Netflix.

O Festival de Cinema de Cannes, celebrando a sua 70ª edição, terá 19 filmes em competição pela Palma de Ouro, sendo o júri presidido pelo espanhol Pedro Almodóvar.


Entre os filmes em competição contam-se “Happy End”, de Michael Haneke, “Le redoutable”, de Michel Hananavicius, “Good time”, dos irmãos Benny e Josh Safdie, e “Wonderstruck”, de Todd Haynes, aos quais se juntam “Okja”, de Bong Joon Ho, e “The Meyerowitz Stories”, de Noah Baumbach, ambos produzidos pela Netflix e que só se estrearão depois nesta plataforma e em países seleccionados.


A Federação Nacional dos Cinemas Franceses criticou a escolha destes dois filmes, porque não os vai poder estrear em sala e o festival já anunciou que vai mudar as regras para 2018: só poderão competir filmes que tenham garantia de estreia comercial em sala em França.

A plataforma de exibição de cinema e televisão na Internet já ripostou, dizendo que os festivais têm de mudar, porque os canais de distribuição e os espectadores também mudaram.

À margem desta polémica, em Cannes estende-se a passadeira para figuras com a actriz Nicole Kidman, que estará presente com uma série e três filmes, entre os quais “The killing of a sacred deer”, de Yorgos Lanthimos, e “The Beguiled”, de Sofia Coppola, ambos escolhidos para a competição.

Fora de competição, foram escolhidos, entre outros, “Les fantômes d'Ismaël”, de Arnaud Desplechin, que abrirá o festival, “D'après une histoire vraie”, de Roman Polanski, acrescentado à programação, e a série “Twin Peaks”, de David Lynch, em antestreia.

A actriz francesa Isabelle Huppert vai presidir, no dia 23, à festa do 70.º aniversário, e o realizador norte-americano Clint Eastwood dará, no dia 21, uma aula de cinema e fará a exibição de uma cópia restaurada de “Imperdoável”.

O cinema português estará presente em dois programas paralelos ao festival.

Na Quinzena de Realizadores estará a longa-metragem “A fábrica de nada”, de Pedro Pinho, e as curtas-metragens “Farpões baldios”, o primeiro filme de Marta Mateus, e “Água mole”, uma animação de Laura Gonçalves e Xá.

Na Semana da Crítica estrear-se-á a curta-metragem “Coelho Mau”, de Carlos Conceição.

Ainda com o atentado de Nice na memória aconteceu há dez meses, o festival de cinema de Cannes promete medidas de segurança reforçadas, mas discretas, e recorda que nenhuma edição teve a parada de estrelas prometida para este ano.

O Festival de Cinema de Cannes termina no dia 28.

Modificado em terça, 16 maio 2017 23:40