Fumiya Koido vence competição de Encontro Mundial de Piano em Coimbra

quarta, 08 fevereiro 2017 11:06 Escrito por 
Fumiya Koido vence competição de Encontro Mundial de Piano em Coimbra D.R.

O japonês Fumiya Koido foi o vencedor da competição do Encontro Mundial de Piano, em Coimbra, evento que reuniu cerca de 70 jovens pianistas de todo o mundo na cidade, informou a organização.

O jovem pianista japonês, que já tinha vencido o grande prémio de uma competição internacional em Tóquio, em 2015, foi o preferido do júri de entre seis finalistas do Encontro Mundial de Piano, disse à agência Lusa o responsável pelo encontro, Manuel Araújo, da Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne, que organiza a iniciativa.


Nos seis finalistas, estavam presentes um pianista de Hong Kong, dois japoneses, uma russa, um italiano e um turco, num encontro que recebeu músicos dos 13 aos 40 anos, de diferentes países do globo.


O júri, constituído por professores de diversas universidades e conservatórios estrangeiros, analisou a "capacidade artística, o respeito histórico pelas obras, a perfeição na execução técnica e a personalidade do artista", numa competição em que os pianistas apresentaram um reportório livre, explicou Manuel Araújo.

Em segundo lugar, na competição, ficou Alexander Lau, de Hong Kong, e em terceiro o turco Yener Gokbudak.

Já o Prémio Especial Franz Liszt, em que os pianistas tinham de interpretar temas deste compositor húngaro do século XIX, foi arrecadado por Monika Ruth Vida, da Hungria.

"A adesão ao evento foi enorme, quer do público a assistir aos eventos, quer dos jovens pianistas estrangeiros", sublinhou o responsável, considerando que o encontro, que vai na sua segunda edição, teve este ano um começo da sua afirmação internacional.


Dos cerca de 70 inscritos, a maioria são estrangeiros, notou Manuel Araújo, frisando que o encontro teve bastante procura internacional face à "qualidade dos professores, que são da primeira linha mundial".


O pianista russo Andrey Pisarev, do Conservatório de Moscovo (Rússia), Gerlinde Otto, da Universidade de Música Franz Liszt Weimar (Alemanha), Angeline Chang, da Universidade de Cleveland (Estados Unidos), e Pasquale Iannone, do Conservatório de Bari, (Itália) foram alguns dos professores participantes.