“A Vida da Morte” um espectáculo que estreia na Tenda do Chapitô

quinta, 30 março 2017 17:56 Escrito por 
“A Vida da Morte” um espectáculo que estreia na Tenda do Chapitô D.R.

A 31 de Março entra em cena no palco da Tenda do Chapitô “A Vida da Morte” um espectáculo de Pepa Diaz- Meco e José Graça, encenado por Pepa Diaz- Meco e interpretado por José Graça

“A Vida da Morte” de Pepa – Diaz Meco é um espectáculo optimista que desmistifica a ideia da morte como algo negativo e dramático.
A vida e a morte são amigas e andam de mão dada. Uma não é nada sem a outra. Morrer é renascer e viver é morrer cada dia. Assusta-nos a morte como algo desconhecido, sem darmos conta que o dia morre diariamente, com a noite!
Um bufão morre e com ele morre o riso que a dor do mundo lhe provocou. A mala da sua vida ainda está cheia de momentos, que necessitam de apanhar ar, porque a morte necessita de colocar tudo no seu lugar, para criar o equilíbrio necessário e com ele, fazer nascer um palhaço! Este reflexo no espelho, fala de dias passados num momento presente. O momento que vai da vida à morte, esse instante em que parece que toda a nossa vida nos passa pela frente e já não há volta atrás. Um reflexo em que surgem uma galeria sem fim de situações e personagens de toda uma vida, que bem pode ser a vida da humanidade. A mala como símbolo de viagem, vem com indícios dessa vida passada que contém segredos antigos e ao recordá-los, perdem o seu poder e transformam-se num presságio de novas intenções e energias para a nova etapa que se inicia. Uma vida nova em que a libertação da dor passada, leva directamente ao um encontro com a inocência mais intensa, personalizando-se no palhaço.

A Vida Da Morte é uma reflexão sobre um corte ine vitável que surge na vida da Humanidade, como entendê-lo e sobretudo aceitá-lo

Esta é a sinopse do espectáculo “A Vida da Morte” que estreia neste ultimo dia do mês de Março, na Tenda do Chapitô, ao Castelo.