Televisão chegou a Portugal há 60 anos

terça, 07 março 2017 01:52 Escrito por 
Televisão chegou a Portugal há 60 anos D.R.

A televisão chegou a Portugal há 60 anos e a RTP deu o pontapé de saída.

A Televisão em Portugal foi criada em Dezembro de 1955, construída em 1956 e nasce em Março de 1957, tornando-se num verdadeiro fenómeno nacional.
Quem não tinha televisor em casa, e eram muitos, ia para cafés e outro locais públicos ver os programas da sua preferência.

Aos poucos a “caixinha mágica” foi mudando os hábitos dos portugueses a vários níveis. O serão passou a ter como principal interlocutor uma televisão.


Actualmente há em Portugal sete canais públicos a emitir em sinal aberto: RTP1, RTP2, RTP3, RTP Memória, ARTV, RTP Açores e RTP Madeira (somente nos respectivos arquipélagos) e ainda dois privados: SIC e TVI.

Entretanto os canais públicos: RTP3 e RTP Memória começaram a emitir em sinal aberto de Televisão Digital Terrestre à meia-noite do dia 01 de Dezembro de 2016.


A televisão portuguesa, RTP, canal de serviço público, iniciou as emissões experimentais a 04 de Setembro de 1956, na Feira Popular em Lisboa, passando a 07 de Março de 1957 pelas 21:30 a emissão regular.

Na altura as regras eram apertadas. Portugal vivia em regime de ditadura e a televisão, tal como todos os outros meios de comunicação social estava sob o controlo da censura. A queda da ditadura portuguesa, a 25 de Abril de 1974, gerou uma maior liberdade.

Depois dos canais iniciais foram lançados, mais três canais: a RTP2 a 25 de Dezembro de 1968, e nas regiões autónomas, a RTP Madeira a 16 de Agosto de 1972 e a RTP Açores a 19 Agosto de 1975.

As primeiras emissões a cores começaram em 1975 com as eleições para a Assembleia Constituinte, sendo esporádicas até 07 de Março de 1980, altura em que começa a ser regulara a emissão a cores. As eleições presidenciais em 1976, os populares “Jogos sem Fronteiras” em Setembro de 1979 por obrigação europeia, entre outros, são alguns exemplos, de emissão a cores.

A RTP Internacional, chega em Fevereiro de 1992, que passa a emissão regular a 10 de Junho.


Nascem também os canais privados: a SIC, a 06 de Outubro de 1992 e a TVI em Outubro de 1993, em emissão regular.

A SIC inicia as emissões experimentais na Primavera de 1992 e a TVI a 20 de Fevereiro de 1993. Nesta altura, a TVI chama-se "4", por ser a quarta rede de TV em Portugal.
No mesmo ano, começa a emissão regular do som estéreo, introduzido pela TVI, seguido logo pela RTP. À SIC chega pouco depois.

Em 1992, chega a Portugal a Televisão por cabo. Neste ano, é também a TVI a 1ª televisão em Portugal a emitir alguns programas em ecrã panorâmico, o chamado 16:9, também conhecido por PaLPlus.
A TVI abandona o 16:9 em 1996. É recuperado em Dezembro de 1997 pela RTP, que na mesma altura introduz também o teletexto na sua emissão de forma regular (começou a emitir no ano anterior).

Houve também planos para introduzir canais locais/regionais. Chegou mesmo a nascer em 1997, a TV Oeiras na região de Lisboa, mas nunca chegou a emitir.

A televisão digital é testada em 1998 e tentou-se introduzir em 2002 e 2003 sem sucesso. Chegam finalmente no outono de 2008 as emissões experimentais, que passam a emissão regular na primavera de 2009, com os mesmos quatro canais nacionais.

A emissão analógica começa a ser desligada em Maio de 2011 até 26 de Abril de 2012, dia em que terminou a televisão analógica por antena em Portugal. No cabo, a emissão analógica continua mas deverá acabar em 2017.

A televisão tornou-se um hábito e poucos são os que conseguem passar sem olhar para a “caixinha mágica” que transformou os serões dos portugueses há exactamente 60 anos.