Presidente da TAP disse que "cada voo da TAP é uma verdadeira experiência portuguesa"

quarta, 15 março 2017 03:48 Escrito por 
Presidente da TAP disse que "cada voo da TAP é uma verdadeira experiência portuguesa" Jornal Hardmusica

A Transportadora Aérea Portuguesa celebrou 72 anos e baptisou 18 aeronaves, com uma projecção de video mapping num avião da TAP.

A TAP nasceu a 14 de Março de 1945 sob o "comnado" do General Humberto Delgado, tendo celebrado o seu 72º aniversário no Hangar de manutenção da companhia. O Presidente Executivo, Fernando Pinto, que dirigiu a cerminóia, no final do seu discurso apagou as velas do bolo ao som do "parabéns a você", interpretado por 150 membros de coros de Cante Alentejano sob o comando de Pedro Mestre.

"Quantas empresas aereas, no mundo, têm 72 anos? Contam-se pelos dedos de uma mão", referiu Fernando Pinto. "A TAP resistiu neste caminho da Europa, está lá", frisou o responsável.

A TAP tem hoje "a frota mais nova da Europa, uma frota jovem que nos permite ir mais longe e com maior capacidade de lugares", salientando que entenderam “levar o nome dos distritos portugueses a toda a Europa”, despertando a curiosidade dos passageiros em conhecer cada um dos 18 distritos.

Fernando Pinto assumiu o compromisso diante da Comunicação Social e dos convidados, em que a companhia "compromete-se a continuar a promover Portugal e o seu território", explicando que "cada voo da TAP é uma verdadeira experiência portuguesa". Salientando também que a bordo das aeronaves da companhia "promovemos a gastronomia e os vinhos nacionais", sendo a empresa que dirige "a maior embaixadora de Portugal". Outra das promoções também feita pela empresa, são "os nossos videos a bordo, onde divulgamos Portugal", assim como a revista de bordo "UP", que chega a "um milhão de leitores por mês", frisou Pinto.

No âmbito do programa stopover a companhia irá alargar os destinos, que actualmente apenas está disponível para estadias em Lisboa e no Porto, para Açores, Algarve e Madeira. Em 2016 o programa alcançou 40 mil passageiros, no entanto com estes novos destinos espera alcançar, este ano, os 100 mil passageiros .

Sobre o projecto para a abertura de uma pista complementar na Base do Montijo, Fernando Pinto explicou que a companhia não irá participar directamente para esse investimento. "A TAP acha que já vem pagando por isso. Bastante. O crescimento foi muito forte nas taxas aeroportuárias nos últimos tempos", frisou.

Após alguma insistência da comunicação social presente na cerimónia, o gestor admitiu que está “muito satisfeito com a empresa” e “muito realizado” a nível profissional, sublinhando que, quando isso acontece, “qualquer presidente executivo deve querer ficar”.

Confrontado com a escolha de Miguel Frasquilho para presidir ao Conselho de Administração da TAP, Fernando Pinto disse que a mesma “ainda não está oficializada”, mas após alguns segundos referiu que Frasquilho é “muito respeitado” pela actual equipa de gestão.