Uber continua com problemas, tendo agora baixas importantes

segunda, 20 março 2017 19:50 Escrito por 
Uber continua com problemas, tendo agora baixas importantes D.R.

O presidente da Uber Technologies, Jeff Jones, no cargo pouco menos de um ano, está de saída da empresa.

Numa altura em que a proprietária da plataforma Uber se debate com alegações de assédio sexual e de relações tensas com trabalhadores, surge esta notícia. Para piorar, foi divulgado o comportamento censurável do Presidente Executivo, Travis Kalanick.

Em consequência de se ter envolvido numa acesa troca de palavras com um motorista da Uber tornada pública através de um vídeo, o Presidente Executivo pediu desculpa e comprometeu-se com a contratação de um administrador executivo de operações – ou COO – para melhorar as suas capacidades de liderança, segundo noticia avançada pelo Jornal de Negócios.

O diário cita que segundo a Bloomberg esse compromisso foi considerado como uma atitude de desconfiança ao presidente da companhia, que terá deixado de "ver o seu futuro na Uber" depois de anunciada a intenção de contratar o COO, de acordo com uma mensagem enviada por Kalanick aos trabalhadores a 19 de Março.

Na mensagem aos colaboradores o Presidente Executivo realçou o "importante impacto" que Jones teve na uber Technologies ao longo dos seis meses, vindo da retalhista Target.

Em 2017 a Uber já esteve envolvida em várias polémicas., que para além da troca de palavras de Kalanick com o motorista, a empresa foi acusada de ter boicotado um protesto de taxistas. Esse boicote de protesto teve origem na recusa de transportar pessoas aoos aeroportos durante as limitações de Donald Trump à imigração, segundo a noticia do Jornal de Negócios.