Prémios Sophia: “Cartas da Guerra”, o melhor filme, Ivo Ferreira o melhor realizador

Prémios Sophia: “Cartas da Guerra”, o melhor filme, Ivo Ferreira o melhor realizador

Prémios Sophia: “Cartas da Guerra”, o melhor filme, Ivo Ferreira o melhor realizador D.R.

Num Grande Auditório não esgotado realizou-se a cerimónia de entrega dos Prémios Sophia, na sua quinta edição, premiando o que de melhor se fez em 2016 em matéria de cinema.

Numa cerimónia onde as questões políticas relacionadas com o apoio ou falta dele ao cinema e com a presença do Ministro da Tutela, decorreu a cerimónia de entrega dos Prémios Sophia que consagrou como vencedores o filme “Cartas da Guerra” e o seu realizador Ivo Ferreira.


O ponto aconteceu quando Henrique Carvalho entregou ao avô, Ruy de Carvalho, o Prémio Sophia Mérito e Excelência.
Foi bonito ver todo o Grande Auditório aplaudindo de pé, enquanto era exibido um documentário retratando alguns aspectos da vida do actor.
Leonor Teles e a sua “Balada de um Batráquio” ganhou o Sophia de melhor curta metragem e o filme vencedor arrecadou mais sete prémios.

Outro momneto alto da cerimónia foi o recordar os desapartecidos em 2016 com Tiago Bettencourt a intepretar de forma excelente uma linda melodia.


Muitos foram os recados a quem de direito sobre as dificuldades que realizadores, actores e produtores enfrentam para conseguirem os seus objectivos.

Rita Blanco , que veio a palco anunciar o filme vencedor lançou um desafio ao ministro Luis Castro Mendes. “Quer fazer o vistão que até agora nenhum ministro fez?. Todos dizem sim , pois , blá, blá , blá mas nada. Então pode fazer um vistão e fazer!

Desenhada à imagem e semelhança dos Oscares de Hollywood, os Sophia 2017, cumpriram a sua missão e atribuíram os prémios a quem consideraram serem os melhores.

Lista dos vencedores

Melhor Filme
Cartas da Guerra, de Ivo M. Ferreira
Melhor Realizador
Ivo M. Ferreira, por Cartas da Guerra
Melhor Actor
Miguel Borges, em Cinzento e Negro
Melhor Actriz
Ana Padrão, em Jogo de Damas
Melhor Actor Secundário
Adriano Carvalho, em A Mãe é que Sabe
Melhor Actriz Secundária
Manuela Maria, em A Mãe é que Sabe
Melhor Argumento Original
Luís Filipe Rocha, por Cinzento e Negro
Melhor Argumento Adaptado
Ivo M. Ferreira, Edgar Medina, por Cartas da Guerra
Melhor Fotografia
João Ribeiro, por Cartas da Guerra
Melhor Maquilhagem e Cabelos
Nuno Esteves “Blue” e Nuno Mendes, por Cartas da Guerra
Melhor Direcção Artística
Nuno G. Mello, por Cartas da Guerra
Melhor Som
Ricardo Leal, por Cartas da Guerra
Melhor Guarda-Roupa
Lucha d’Orey, por Cartas da Guerra
Melhor Montagem
Sandro Aguilar, por Cartas da Guerra
Melhor Banda Sonora Original
Mário Laginha, por Cinzento e Negro
Melhor Canção Original
Refrigerantes e Canções de Amor, letra Sérgio Godinho e música Filipe Raposo, em Refrigerantes e Canções de Amor
Melhor Documentário
Mudar de Vida, José Mário Branco, vida e obra, de Nelson Guerreiro, Pedro Fidalgo
Prémio Sophia Estudante
A Instalação do Medo, de Ricardo Leite
Melhor Curta-Metragem de Ficção
Menina, de Simão Cayatte
Melhor Curta-Metragem de Animação
Estilhaços, de José Miguel Ribeiro
Melhor Documentário em Curta-Metragem
Balada de um Batráquio, de Leonor Teles

terça, 14 Nov. 2017 10:00 – domingo, 31 Dez. 2017 17:00
Campo Grande 245, Lisboa, Lisboa

terça, 14 Nov. 2017 10:00 – domingo, 17 Dez. 2017 18:00
Campo Grande 245, Lisboa, Lisboa

captcha