Mosteiro de Santa Clara entregue hoje ao grupo Slicedays

O Mosteiro de Santa Clara, em Vila do Conde, vai ser hoje ser concessionado a um grupo hoteleiro açoriano para o tornar numa unidade turística de luxo.

 

A transformação do Mosteiro de Santa Clara acontece esta terça-feira 18 de Dezembro, no âmbito do programa governamental REVIVE, com um investimento por parte do concessionário de oito milhões de euros.

Será hoje realizada a concessão do equipamento, por um período de 50 anos, à empresa açoriana Slicedays, vencedora do concurso lançado este ano para o efeito.

O grupo hoteleiro pretende converter o imponente edifico vila-condenses a um hotel de charme de 5 estrelas, com 90 quartos, restaurantes, spa e outros equipamentos, que prevê criar 50 novos postos de trabalho na cidade.

O contrato de concessão contempla que "parte do edifício esteja acessível à fruição pública, através de um Centro Interpretativo, com acesso independente e gestão directa do município de Vila do Conde, com o objectivo de preservar a memória do mosteiro através de exposições ou palestras", noticiou a Lusa.

A autarquia vila-condense assumiu a conservação do monumento desde que em 2007, investindo alguns milhares de euros para impedir a deterioração e vandalismo do equipamento.

"A após um longo período de incertezas sobre a utilização do edifício, é uma excelente notícia a concretização desta concessão, que irá dar sequência a todos os esforços da Câmara Municipal na preservação do Mosteiro de Santa Clara. Espero que o novo projecto devolva a vida e a dignidade que o edifício justifica e merece", disse à Lusa Elisa Ferraz, presidente da autarquia vila-condense.

O Mosteiro de Santa Clara é o mais icónico edifício de Vila do Conde, assinalando, em 2018, 700 anos de história, primeiro com funções religiosas, até 1893 e, mais tarde, nas mãos do Estado, onde funcionou como reformatório.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade