EDP CoolJazz chega aos Jardins do Marquês em Oeiras a música que não esquece

EDP CoolJazz chega aos Jardins do Marquês em Oeiras a música que não esquece

EDP CoolJazz chega aos Jardins do Marquês em Oeiras a música que não esquece D.R.

A força da nova música portuguesa e brasileira junta-se a um cartaz recheado de talento e de conceito único, na 14ª edição do EDPCOOLJAZZ. que acontece em Oeiras com sete dias,de 14 concertos de Jazz, Soul, Funk, World Music, MPB e o melhor da música portuguesa.

As canções suaves e ternas de Márcia, bem como a consistência autoral de Rita RedShoes, passando pela força-funky de Da Chick e à novidade jazzy-pop de Beatriz Pessoa, o EDPCOOLJAZZ abre ainda espaço para novidades vindas do outro lado do Atlântico como é o caso do irreverente Filipe Catto.
Certamente todos contribuirão para um festival brilhante que tem como pano de fundo os maravilhosos Jardins do Palácio do Marquês de Pombal em Oeiras.

Reconhecido como um evento distinto em que o público usufrui de plateia sentada em harmonia com o património histórico, arquitectónico e paisagístico do festival, assim como o ambiente criado pelos dias quentes de Julho, estes são alguns dos pontos que sempre fizeram do EDPCOOLJAZZ uma oportunidade impar de desfrutar de espaços únicos em consonância com música criteriosa.

Márcia, a voz doce do festival, que nos recebeu nos refrescos e recompensas gustativas, vai estar a 18 de Julho com Rodrigo y Gabriela nos Jardins do Marquês de Pombal. As canções são o ponto de partida no trabalho de Márcia. Aliás, como alguém já a definiu: uma “artesã de canções”.
A matéria-prima que vem produzindo conquista públicos muito diversos através de uma abordagem cool e pop, com toques de indie.
O último trabalho teve mão vinda do Brasil (o reputado Dadi – colaborador de Marisa Monte, Tribalistas e Novos Baianos) e foi com esse disco que alcançou um patamar de reconhecimento muito impar no panorama português. Esta noite termina com o espectáculo com Rodrigo y Gabriela numa noite em que as canções e o virtuosismo se cruzam no mesmo palco.


Rita Redshoes que fez a sua apresentação na capela do Palácio do Marquês, vai estar a 19 de Julho com The Pretenders no Parque dos Poetas.

Pop, feminino, pessoal. Este é o trilho que Rita tem seguido na sua carreira. Construção de momentos pop, como um toque feminino muito assumido e consistente. Os discos e as actuações ao vivo comprovam essa mesma “consistência” de quem tem seguro o caminho que trilha. “Life is Huge”, “Mulher”, “Choose Love”, “Dream on Girl” e “Captain of My Soul” constituem momentos obrigatórios do espectáculo no Parque dos Poetas, numa combinação perfeita entre a classe intemporal dos The Pretenders com o charme de Rita RedShoes.


Da Chick e o seu ritmo electrizante vai estar a 20 de Julho com Maceo Parker nos Jardins do Marquês de Pombal)

Se a noite de 20 de Julho tem o funk como paradigma, com um dos nomes mais sonantes da história da música mundial como é o caso de Maceo Parker, o nome Da Chick é certamente o ideal certo para dar início a uma sessão que será certamente uma das mais memoráveis da história do festival.

DaChick deu uma mostra da sua força musical na tarde de hoje aquando da informal conferência de imprensa do festival EDPCool Jazz.

Amantes de música funk, R B, soul e dança é para eles na noite da sua actuação. Da Chick dá o mote para uma dança de horas dentro de uma locomotiva funky.


Filipe Catto vai estar a 23 de Julho com Maria Gadú, nos Jardins do Marquês de Pombal.

O Brasil sempre teve presença forte na história do EDPCOOLJAZZ e a edição de 2017 reforça o facto com o misto de confirmação e reconhecimento Maria Gadú e Filipe Catto.
Sobre Filipe Catto já se teorizou sobre os mais improváveis cruzamentos: de Ney Matogrosso a PJ Harvey, de Oscar Wilde a António Variações, passando por Cazuza. O artista brasileiro é um dos nomes de uma vaga de músicos que pretende tomar conta do panorama da música popular brasileira. O espectáculo ao vivo tem a energia e força de alguém que sabe que veio para ficar.


Beatriz Pessoa entra em cena a 29 de Julho com Jamie Cullum .Jamie Cullum tem uma história rica com o EDPCOOLJAZZ. As memórias são muitas e o talento eternamente jovial do músico britânico fica para sempre marcado com o festival, até pelo facto de “apadrinhar” novos talentos como já o fez com Luísa Sobral anteriormente. Agora é a vez de Beatriz Pessoa. A definição jazz-pop tem certamente várias leituras, mas no caso de Beatriz Pessoa é realmente o ponto de partida. O reportório é feito de um universo de canções sofisticadas de quem tem na matriz jazz o início para a construção de músicas pop de voz de veludo. A rádio portuguesa já se rendeu a canções como “ You Know” e “Disguise”.

terça, 14 Nov. 2017 10:00 – domingo, 31 Dez. 2017 17:00
Campo Grande 245, Lisboa, Lisboa

terça, 14 Nov. 2017 10:00 – domingo, 17 Dez. 2017 18:00
Campo Grande 245, Lisboa, Lisboa

sábado, 18 Nov. 2017 00:00 – 23:59

captcha