Rock in Rio, regressa em 2018 com novidades

segunda, 11 setembro 2017 11:26 Escrito por 
Rock in Rio, regressa em 2018 com novidades D.R.

O festival Rock in Rio regressa ao Parque da Bela Vista nos dois últimos fins de semana de Junho.

Segundo a organização haverá novos espaços de diversão que trarão à Cidade do Rock, as principais tendências da actualidade, reforçando assim a aposta do Rock in Rio em Portugal.

A 8.ª edição do Rock in Rio-Lisboa tem data marcada para os dias 23, 24, 29 e 30 de Junho 2018 e promete transformar, uma vez mais, o Parque da Bela Vista num gigante palco de experiências, com uma programação surpreendente que combina o melhor do entretenimento”. Refere a nota de imprensa


Além de novas datas, a organização revela que o evento terá, na sua próxima edição, mais horas de diversão diária, com a Cidade do Rock a abrir as suas portas pelas 12:00 e a fechar às 02:00, e novos espaços, com novos conteúdos.
Não só estamos de regresso a Lisboa para mais uma grande edição do Rock in Rio, como estamos a reforçar a nossa aposta em Portugal, investindo em novos formatos de entretenimento que vão ao encontro daquilo que são as áreas de interesse do nosso público”, afirma Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio.


Com o objectivo de expandir a sua oferta de diversão dentro do recinto, “o Rock in Rio prepara-se para introduzir, na Cidade do Rock, novas áreas e novos palcos, dedicados a algumas das principais tendências da actualidade”.

“Um espaço que celebra a cultura pop e os seus principais ícones, um palco dedicado aos fenómenos digitais que traz um pouco do mundo online para o offline, uma nova área de gastronomia e uma nova Rock Street que viaja até às origens da música” são algumas das novidades que marcarão a 8.ª edição do Rock in Rio-Lisboa.


Tendo como base a estratégia de marca que tem vindo a ser desenvolvida ao longo dos últimos anos – estratégia essa que premeia a criatividade, a capacidade de sonhar e o empreendedorismo (valores inerentes ao Rock in Rio desde o seu nascimento, em 1985) -, a organização do evento anuncia novos formatos de diversão que prometem trazer à Cidade do Rock experiências únicas com a mesma qualidade que é habitual no Rock in Rio.

“O Rock in Rio é reconhecido por ser um local privilegiado de experimentação. A cada edição vivemos momentos históricos de interação entre o público e os artistas, fazendo daqueles espetáculos absolutamente únicos e de arrepiar. (...) O que leva estas pessoas ao festival é o clima de festa, proporcionado pelo grande ‘parque temático da música’ em que ele se tornou, com inúmeras experiências dentro do mesmo espaço, associadas à qualidade dos serviços e das infraestruturas oferecidas. E é a pensar nisso que estamos a trabalhar para elevar essa mesma experiência e torná-la ainda mais exclusiva e diferenciadora”, refere Roberta Medina.

Além dos dois grandes palcos do festival e da Electrónica, em Junho de 2018, a Cidade do Rock vai apresentar-se com muitas outras novidades.


Pop District é um quarteirão da Cidade do Rock, com uma cenografia inédita, onde o público vai poder celebrar a cultura pop e os seus principais ícones.

Este será o novo hotspot dos amantes da cultura pop! É um espaço pensado para celebrar ícones que marcaram a vida de várias gerações, através da arte, da música, dos jogos, do cinema, da dança e muito mais!”, afirma a Vice-Presidente do Rock in Rio.


Falar em “tendências” e não pensar em “digital”, nos dias de hoje é quase impossível. Nesse sentido, o Rock in Rio-Lisboa 2018 vai contar com um novo palco, cuja missão é transpor ícones do mundo online para o ambiente offline.

Ao longo dos quatro dias do evento, o Digital Stage vai receber grandes fenómenos do entretenimento online que trocarão, temporariamente, o ecrã dos PC’s, tablets e telemóveis por um contacto directo e próximo com a sua audiência.


A Rock Street é já um sucesso consolidado junto dos visitantes da Cidade do Rock, que a cada edição encontram nesta rua manifestações artísticas e performances ímpares, além de se apresentar como um espaço privilegiado de festa onde o público se sente ainda mais envolvido, podendo interagir com o espetáculo e os próprios artistas.


Depois do sucesso da edição 2016, em que o ritmo brasileiro contagiou o público português, a inspiração para a Rock Street 2018 chega do continente africano –inspiração de todos os ritmos e estilos musicais, incluindo o rock e o pop.

Mais que um espaço dedicado à cultura africana – tão presente e enraizada em Portugal – esta nova Rock Street serve para celebrar a música de uma forma global. Através da arquitetura, dos espetáculos e performances de rua, vamos mostrar como a música africana influenciou todos os estilos musicais presentes nos outros palcos do festival”, afirma Roberta Medina.

A restauração, na Gourmet Square tem vindo a ser uma aposta do Rock in Rio ao longo das últimas edições.

Em 2016, a organização do evento reforçou a oferta nesta área com a introdução de um novo conceito a cozinha de autor. Para 2018, o Rock in Rio vai mais além e prepara uma nova praça de alimentação que permitirá maior conforto aos seus visitantes, disponibilizando cerca de 500 lugares sentados e cerca de 10 food corners, em espaço exclusivo e de acesso controlado.


Algumas das novidades anunciadas para a 8.ª edição do Rock in Rio-Lisboa poderão ser conhecidas nos próximos dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de Setembro, na edição do Rio de Janeiro, que poderá ser seguido por todo o mundo através das redes sociais e do site oficial do Rock in Rio-Lisboa. Em Portugal, poderá ainda ser acompanhado na SIC, através de uma cobertura inédita.

Modificado em segunda, 11 setembro 2017 12:34