António Manuel Teixeira

António Manuel Teixeira

Em virtude de ter sido decretado três dias de Luto Nacional, pela catástrofe de Pedrogão Grande, as Festas de Lisboa tiveram de ser suspensas.

O director geral da produtora Sons em Trânsito, Vasco Sacramento, decidiu criar um concerto cuja receita reverte na integra para as "vítimas" e para a "reconstrução das áreas afectadas".

Na noite de segunda feira, noite de marchas populares, a Avenida da Liberdade vai estar vedada à circulação automóvel e vão ser colocadas estruturas metálicas com espigões. Vão ser também usados carris antíveículos.

Na altura de Santos Populares os comerciantes aproveitam para facturar um pouco mais, mas estando de forma ilegal e com a Policia Municipal e Junta de Freguesia a não fazerem nada para travar tal situação, é errado.

A partir de hoje, o Aeroporto de Faro passará a ter voos com destino a Nice e a Lille, em França, operados pela companhia de baixo custo easyJet.

O Metropolitano de Lisboa vai alargar, pela primeira vez, o horário de funcionamento na noite de Santo António, de 12 para 13 de Junho, com a linha Azul a funcionar "24 horas ininterruptamente".

O Aeroporto Humberto Delgado chegou atingiu no final do mês de Maio 9,716 milhões de passageiros de voos comerciais, o que representa um aumento em 22,6% ou 1,79 milhões em relação ao período homólogo de 2016.

Entre 16 e 19 de Junho o pessoal de bordo da Bitish Airways vai estar em greve, no entanto a administração da companhia garante que irá transportar todos os passageiros para os seus destinos sem maiores problemas, durante o protesto dos trabalhadores.

O Porto de Lisboa recebeu o maior navio de cruzeiros europeu, MSC Meraviglia, com mais de cinco mil passageiros a bordo. Lisboa foi a segunda escala desta viagem inaugural que o navio está a fazer pelo mediterrâneo.

No encerramento do Fórum de Turismo Vê Portugal, António Costa não considera que o crescimento do turismo em Portugal tenha a ver com os "problemas existentes nas outras regiões do mundo". Ana Mendes Godinho foi classificada, por Pedro Machado, como "Padeira de Aljubarrota".

Pág. 4 de 291